1. "O esquema tá mil grau, meia-noite pego o ônibus, mó viagem de rolê pra voltar, o trampo nem cansa muito, o que mais condena o trabalhador é o transporte coletivo"
    — 
    Ninguém é inocente em São Paulo, Ferréz, 2006.
    Published October 30, 2013 21:28 | Link: http://tmblr.co/ZBeubyz4DvYH
     

  2. Published October 29, 2013 19:34 | Link: http://tmblr.co/ZBeubyy_DQlq
     

  3. Clandestino

    Um livro curto. Não são necessárias mais que algumas poucas horas para terminar de lê-lo. A intensidade com que vivi o texto, no entanto, foi enorme!

    Terceiro livro do Nenê, terceiro livro dele que leio e terceira vez que me identifico tanto que parece que estou lendo a minha própria história. 

                           ”Essa música me diz tanto que nem sei como não tem meu nome”

    O sentimento é esse.

    Não que tenha vivido situações iguais nem parecidas, mas muitos dos pensamentos do Nel, o protagonista, já passaram pela minha cabeça.

    Como nas músicas do Dance Of Days, a identificação se dá pelo sentimento. Sinto a música como parte de mim. E no livro, sinto cada passagem como se eu mesmo estivesse ali, difícil explicar.

    Mas a história me deixou inquieto. 

    Desde a viagem para Ubatuba que venho cultivando ideias que estão amadurecendo dentro de mim, e depois de ler o Clandestino as coisas ficaram ainda mais intensas. Vontade de fazer as coisas, inspiração repentina para escrever (ainda que meus textos lembrem aquelas redações que fazia no Ensino Médio), desejo de seguir meu caminho, seja ele qual for.

    Nada está muito claro pra mim atualmente, só sei que preciso da mudança e acho que nunca senti algo tão forte.

    Published October 28, 2013 13:55 | Link: http://tmblr.co/ZBeubyysyB2M
     

  4. Slowing Down

    Vi a notícia sobre o novo projeto do Ghedin e fiquei curioso para saber mais sobre esse movimento Slow Web

    Acontece que passei os últimos dias em Ubatuba, em um bairro um pouco afastado do centro, hospedado num hostel simples. Percebi como é bom desacelerar. Não liguei a TV em nenhum momento, acompanhei algumas poucas notícias pelo celular, mas nada comparado a quando estou em São Paulo, onde persigo as “breaking news”.

    Lá pouco me importava com isso. Nos momentos em que não estava chovendo (“Ubachuva” é um apelido muito apropriado), saia para dar uma volta pelo bairro, pelas praias, sem nenhuma preocupação com horário para voltar, ver updates no Facebook, posts no Twitter ou mensagens no Whatsapp.

    Claro que, quando estava chovendo meus feeds me salvaram do tédio, mas confesso que gostei muito desse tempo afastado da metrópole. Estava em outro ritmo, mais calmo, menos estressado, só curtindo o momento, o ambiente, absorvendo o que estava ao meu redor.

    Numa das minhas caminhadas parei numa estradinha e fiquei em silêncio. Só ouvi o barulho da natureza. Pássaros, o balanço das folhas das árvores, ao longe o barulho das ondas. Nada mais. Foi um dos momentos de maior tranquilidade de que me lembro e uma coisa impossível de acontecer em São Paulo.

    No único dia de sol em que estive por lá, parei na praia, sentei na areia e fiquei olhando para o mar. Tenho feito isso todas as vezes que vou para a praia sozinho. Simplesmente limpo minha mente e fico só observando o mar, sentindo o vento e ouvindo o barulho das ondas. É uma sensação de paz interior indescritível. Se pudesse faria isso todos os dias.

    Voltando para São Paulo, no entanto, parece que a própria cidade nos obriga a acelerar novamente. A rodoviária com toda aquela gente já me fez acelerar, depois foi o metrô cheio até o Jabaquara, depois ainda teve o ônibus lotado. Essa é a metrópole que amo e odeio ao mesmo tempo. 

    Daí veio a volta para o Facebook, Twitter, Whatsapp, notícias mil e toda a correria novamente.

    Voltando ao Slow Web, tenho tentando diminuir o ritmo virtual da minha vida, começando pelos feeds. Porque, realmente, parece que sempre fico pra trás em relação às novidades. Não consigo mais acompanhar tantas notícias e muitas delas eu, na verdade, nem preciso mesmo. Posso usar meu tempo para outras coisas mais importantes e mais interessantes.

    Published October 7, 2013 10:41 | Link: http://tmblr.co/ZBeubyx1ENNK
     


  5. tumblrbot asked: WHERE WOULD YOU MOST LIKE TO VISIT ON YOUR PLANET?

    Paris

    Published January 16, 2013 15:24 | Link: http://tmblr.co/ZBeubybvkE24
     

  6. Published August 3, 2011 10:28 | Link: http://tmblr.co/ZBeuby7s3Vyr
     

  7. Published August 1, 2011 22:07 | Link: http://tmblr.co/ZBeuby7nw14N
     

  8. Published January 25, 2011 20:41 | Link: http://tmblr.co/ZBeuby2koOGQ
     

  9. Published January 25, 2011 09:33 | Link: http://tmblr.co/ZBeuby2kIwkw
     

  10. Published January 24, 2011 22:35 | Link: http://tmblr.co/ZBeuby2jxlrP
     


  11. thekillersbrasil:

    pleasedontwatchmedancing:

    IN A LITTLE WHILE // U2 & Brandon Flowers

    Loove this Song! 

    (Source: drunkdave)

    Published January 4, 2011 07:49 | Link: http://tmblr.co/ZBeuby2QfvIU
     

  12. Published December 21, 2010 02:04 | Link: http://tmblr.co/ZBeuby2EzlUf
     

  13. Published December 20, 2010 03:40 | Link: http://tmblr.co/ZBeuby2EB6S9
     

  14. Published December 19, 2010 10:07 | Link: http://tmblr.co/ZBeuby2DUNDI
     

  15. Published November 28, 2010 18:28 | Link: http://tmblr.co/ZBeuby1cU2Z3